segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Tou Kyou



Planeta: Terra. Cidade: Tóquio. Como em todas as metrópoles deste planeta, Tóquio se acha hoje em desvantagem em sua luta contra o maior inimigo do homem: O custo de vida. E, apesar dos esforços das autoridades nipônicas, pode chegar um dia em que a terra, a cerveja, o churrasco e as águas venham a se tornar inatingíveis para toda e qualquer forma de vida que trabalhe honestamente. Quem poderá intervir? Quem? Quem?

Ele?



Por cerca de R$ 45,00 ele quebra o teu galho.

Por aqui ninguém se lembra do pobre do Spectraman, mas a industria de Ultramans vai de vento em popa.

URUTARAMAN SUGOI!!





LASER BEAM!!!!!

Vou comecar a escrever mais (com ou sem acentos) sobre a minha peculiar forma de entender Tokyo, os Japoneses e sua forma de perceber a quantidade cada vez maior de estrangeiros que habitam essa cidade e que pagam mais impostos cada vez mais caros para morar em lugar que nao faz sentido nenhum e faz todo o sentido ao mesmo tempo.
Como li em algum lugar, Tokyo foi concebida sem planejamento nenhum, enfrentou um grande incendio, alguns terremotos e a quantidade de bombas que os americanos soltaram aqui durante a II guerra, causou mais destruicao do que as bombas de Hiroshima e Nagasaki juntas. Entao por isso em Tokyo voce ve um templo e logo ao lado uma escola, vizinha de um Mcdonald's que fica em frente a um cemiterio, que por sua vez encontra-se ao lado de um hospital e assim por diante.
E o mais engracado e que e quase como um ciclo por toda a cidade e nao so em alguns pontos isolados.


Okubo (Shinjuku ao fundo)



Shinjuku









Shimo-Takaido






RoPponGi



Templo em Ayoiama (Roppongi Hills ao fundo)



Shibuya



Shimbashi



Harajuku



Akihabara



Takadanobaba

Um comentário:

Obrigada ao Universo disse...

adorando saber das suas aventuras ai no Japão... Abraço!