segunda-feira, 24 de março de 2008

Tha Dogg Pound - Dogg Food (1995) / The Pharcyde - Labcabincalifornia (1995)

Não sei se estou ficando velho e reclamão, no melhor estilo Pedro de Lara mas pra mim o Rap não é mais ou mesmo ou pelo menos já não me emociona como me emocionava anos atrás. Até tem saído umas coisas legais de R&B mas esse estilo Dirty South que tem dominado pelo menos as paradas não me agrada muito e olha que curto mais o lado gangsta/musicado da força mas realmente ta difícil, as letras não tão bacanas, as levadas tão deixando (ao meu ver) a desejar e as produções salvo algumas excessões estão extremamente parecidas umas com as outras. Lembro da primeira vez que ouvi o Warning do Notorious, caralho; era uma pedrada atrás da outra, ou o Gangstarr (Hard to Earn), Nas (illmatic) com a participação antológica do AZ, solo de trompete do pai do cara e o escambal. Na costa oeste depois da febre NWA (final dos 80, inicio dos 90) os ex integrantes (Ice Cube, Dre e Eazy-E) lançaram seus respectivos trabalhos, todos muito bons e que rapidamente se tornaram ícones daquele rap feito em L.A.
Haviam outros como Mc Ren e Yella também ex integrantes do NWA que lançaram bons discos mas que não obtiveram o mesmo sucesso. Por outro lado esses caras tb produziam e descobriam artistas, caso do Eazy- E que lançou o grupo Bone Thugz and Harmony e de Dr Dre que descobriu e produziu o albúm de um dos rappers mais famosos de todos os tempos: Snoop Dogg "Doggy" - com seu antológico "Doggystyle". A partir desse lançamento Snoop trouxe consigo diversos artistas que apesar do talento ainda não haviam conquistado seu espaço, caso de Lil 1/2 Dead, Warren g, Nate Dogg e da sua crew, Tha Dogg Pound. Na contramão a esse movimento o Pharcyde (tb californiano) lançava seu segundo trabalho, Labcabincalifornia, um dos melhores plays que ja ouvi, nada de gangsta, parada under. Pra ouvir na chuva, na praia, na cidade, no carro, no bilhar, etc..... Após essa longa introdução movida a algumas taças de vinho, resumo da seguinte maneira o que vc está prestes a baixar, Demorou rapá!!!! dois putas discos de uma época de ouro. Apesar de antagônicos vc vai entender que ambos os discos são feitos com muito amor, com uma produção de foder, letras inteligentes, bases alucinantes...........



Tha Dogg Pound - Dogg Food

1.Intro (dillinger Young Gotti)
2.Dogg Pound Gangstaz
3.Respect
4.New York, New York
5.Smooth
6.Cyco-Lic-No
7.Ridin', Slipin' and Slidin
8.Big Pimpin 2
9.Let's Play House
10.I Don't Like to Dream About Gettin Paid
11.Do What I Feel
12.If We All...
13.Some Bomb Azz...
14.A Doggz Day Afternoon
15.Reality
16.One By One
17.Sooo Much Style

Site dos caras : http://www.thadoggpound.com/



Pharcyde - Labcabincalifornia

1 Bullshit 4:12
2 Pharcyde 4:19
3 Groupie Therapy 5:12
4 Runnin'4:56
5 She Said 5:15
6 Splattitorium 2:58
7 Somethin' That Means Somethin' 3:30
8 All Live :50
9 Drop 5:36
10 Hey You 3:54
11 Y? 5:04
12 It's All Good! :41
13 Moment in Time 2:44
14 The Hustle 5:34
15 Little D 1:31
16 Devil Music 4:12
17 The E.N.D.

Um comentário:

Noise D disse...

Eu concordo contigo em gênero, nº e grau, Lao. A música Rap não é mais a mesma a muito tempo. E olha que eu tenho um gosto musical que difere do seu, já que gosto do Rap mais engajado e alternativo (underground). Esse tal de 'Dirty South' é uma praga comercial! Um 'enlatado' na prateleira. Realmente nojento, repetitivo, grudento. No entanto, ainda existe muita coisa boa sendo produzida por ae. Existem muitos grupos 'desconhecidos', principalmente no cenário americano, inglês e canadense, que ainda resistem. Eu cito alguns albums: Sev Statik, com "Speak Life"; Nicolay & Kay, com "Time Line"; Jazz Liberatorz, com "Clin d'oiel"; Pete Rock, com "NY's Finest"; I Self Devine, com "Self Destruction"; Anonymous Twist, com "The Crucible Bootleg"; Bored Stiff, com "Explainin-Timeless" e muitos outros. Vale a pena 'remexer' pelos Blogs da NET e procurar esses discos. São ótimos albums. Abraço, Lao! PAZ!